A adoção de métodos ágeis para o desenvolvimento de tecnologias é uma tendência que chegou para ficar.  Quem diz isso é Gartner, em pesquisa divulgada em 28/04/2015.

A consultoria prevê que, até 2018, três quartos das empresas de TI tentarão desenvolver uma capacidade bimodal, misturando os métodos ortodoxos de trabalho com métodos ágeis

De acordo com o Gartner, a TI bimodal associa dois modos de TI, um enfatizando escalabilidade, eficiência, segurança e precisão e um outro não sequencial, enfatizando agilidade e velocidade.

Para Ian Head, diretor de Pesquisas do Gartner, os líderes de I&O sofrem a pressão dos clientes, que demandam maior velocidade. Dessa forma, eles estão utilizando o desenvolvimento ágil.

“No entanto, a mudança para o ágil não será,  e não deveria ser, uma mudança imediata e generalizada. Ela deve primeiro ser implementada em áreas com uma real necessidade de velocidade nos negócios e, só então, poderá ser cuidadosamente colocada em prática, levando a cultura da organização em consideração”, avalia o executivo.

Mesmo com a futura adoção destes métodos, o levantamento aponta que a maior parte das corporações terão problemas ao lidar com a nova realidade. Segundo o Gartner, menos de 50% dela colherão os benefícios de obter mais agilidade e maior gestão de riscos.

“Alterar os comportamentos e a cultura é fundamental para o sucesso de uma abordagem de TI bimodal.  Estimamos que em 2018, 90% das organizações de I&O que tentarem utilizar o DevOps sem abordar especificamente suas bases culturais falharão”, diz Head.

Para o diretor, o caminho não se encontra em um modelo único e os líderes de I&O devem concentrar seus esforços em uma equipe inicial e em projetos pilotos menores para a inserçõa das metodologias ágeis, mapeando processos e demandas internas.

“Primeiro é pré-estabelecer os valores e comportamentos necessários, além de realizar os esforços adicionais para reconhecer e reforçar os resultados desejados.  Só então devem passar para o seguinte passo, adotando métodos ágeis em maior escala”, finaliza Head.

Fonte: Blog Baguete ( www.baguete.com.br)

Data: 28/04/2015

Autor: Leandro Souza.